terça-feira, 23 de outubro de 2012


De pernas pro ar, 
Me permitir
Me re-conhecer
ler e reler
sair por aí
sem nada a dizer
sem nada carregar
além do corpo e da alma lívida
e limpa
sem nada a temer
porque o tempo é de luta
e o meu preparo é constante
que venham os dragões e as batalhas
Miguel Arcanjo vai sempre me proteger
Axé



De volta, até que enfim!!!!


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Roda de outono

O outono acaba de chegar
Não está quente
Não está frio

quero passear
E esse céu azul admirar (1ª estrofe: Elisa Manzano)

Mas um vento rodopia
Vrum, vrum, vrum
O céu logo escurece
Escuto os ecos de um trovão
Cabum, cabum, cabum

Música:
"Cai a chuva miudinha,
 cai a chuva lá do céu
Vou abrir meu guarda chuva
Enfiar o meu chapéu
Tra-la la la la la

Uma forte trovoada
Faz a chuva desabar
Escorrendo na calçada
Minha roupa vai molhar
Tra-la la la la la"

Depois que a chuva passou
vejo muitas folhas no chão
E uma lá no alto da árvore
vem descendo, descendo, descendo
e pousa na minha mão

Os animais correm para suas tocas
Os passarinhos preparam o seu ninho
Agora seus ovos estão protegidos e quentinhos



Música:
"A chuva molha a janela,
as folhas estão a cair
Os bichos correm logo
Para as tocas
toque, toque, toque
O joão de barro é quem canta
canções que o vento leva"

As sementinhas se preparam pra dormir
e com a terra fofinha se cobrir
agora todas sentem um profundo sono
e tudo adormece no outono

Música:
"Tardes azuis e serenas, folhas douradas no chão
doce brisa sussurrante
verde ausente
sono profundo"


Sempre é tão bom passear pelo JB

Entre vitórias- régia

insetívoras

é importante ser feliz

E principalmente, sempre com os amigos

Vai resistir?


Agora relaxa e escuta esse sonzinho tudo a ver!

Beijocas e boa semana!

sábado, 21 de abril de 2012

Dá-lhe Gaby

quinta-feira, 12 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Toca Raul! Viva Raul! Veja Raul!Rauuuuuulllllll

Impossível não amá-lo à primeira música escutada, isso já foi há muito tempo, guiada pelas mãos do Robinho, que também era um apaixonado, tinha todos os Lps.


Mas não nos apaixonávamos apenas pelas músicas loucas que ele compunha, pela leveza ou acidez das letras. Mas pela pessoa, contraditória, parecia realmente que ele não fazia parte desse mundo tão certinho, tão careta, tão ritmado.

Ele veio prá contrariar a ordem das coisas.


Sinto falta de pessoas assim hoje em dia, que se preocupam demais em se mostrar felizes para o mundo, sem vazios visíveis, tão plenas de felicidade (?).

Tenho o maior orgulho, junto com o marido é claro, de mostrar para nossos filhos, todas as canções de Raul, toda a irreverência, toda a lucidez, toda a rebeldia, que nunca deveria ter sido tirada de nós. E eles adoram!

Aproveitem e assistam o documentário sobre a vida dele, e saia satisfeito de ter feito parte dessa história.



Seguidores